4 técnicas para realizar um controle de inventário hospitalar perfeito

Produzir o inventário hospitalar adequado contribui significativamente para a eficiência das práticas e rotinas no ambiente de saúde. Conheça as 4 melhores técnicas!

É imprescindível que o profissional que trabalha com gestão hospitalar, mantenha os equipamentos médico-hospitalares organizados. O que implica dizer que se faz necessário um controle atualizado do inventário hospitalar.

Vale destacar que essa prática proporciona: 

Dito isso, é essencial que haja um inventário hospitalar eficiente, evitando o esgotamento de produtos no estoque e contribuindo para que não haja produtos além do esperado – o que requer organização e práticas de gestão.

Quer saber como fazer um inventário hospitalar perfeito? Acompanhe essas 4 técnicas!

1 – Sistema de gerenciamento de equipamentos

A gestão de estoques de instrumentos hospitalares trata-se de uma tarefa complexa e que precisa ser realizada com dinamismo e organização. Adotar um sistema de gerenciamento de equipamentos é essencial.

Durante todo o processo, os produtos estão inseridos em diferentes áreas, o que inclui fabricantes, companhias de seguros, departamentos do hospital, fornecedores, entre outros. 

Ao adquirir um sistema de gerenciamento, é possível reduzir os custos de organização e beneficiar toda a instituição. Além disso, as informações são sistematizadas, o que contribui para a eficiência das práticas hospitalares.

Ao escolher uma plataforma a ser utilizada, procure as que possuem gerenciamento de inventário hospitalar e que capture dados automaticamente. Isso vai garantir relatórios mais eficientes, já que cada dado coletado é essencial para o desenvolvimento das estratégias de gestão.

Através de números consistentes, há uma testificação da eficiência daquele material, permitindo que as compras futuras sejam feitas de forma inteligente.

2 – Avaliação comparativa e Organização

Para a produção de um inventário hospitalar perfeito, é necessário que haja uma análise comparativa. A partir dela, o profissional pode averiguar a quantidade de produtos que foram comprados e em quais períodos, comparando com o que de fato é utilizado pelo hospital, em períodos similares.

Esta avaliação também permite que os gestores percebam quais produtos estão sendo desperdiçados e o que está parado ou acumulado. Corrigir inconsistências a partir desta avaliação é de suma importância!

Os sistemas de gerenciamento oferecem dados confiáveis e que podem nortear a avaliação comparativa, o que permite que essa prática seja feita de maneira mais simples.

No entanto, a organização do estoque é imprescindível para que todas as estratégias de gestão sejam realizadas com sucesso. Estoques desorganizados prejudicam consideravelmente o dia a dia do hospital, algumas falhas comuns encontradas são:

  • Perdas de capital
  • Produtos extraviados
  • Dificuldade em encontrar os itens

Para reduzir todos esses danos, é necessário que todo o ambiente seja organizado, com: datas de validade, número e codificação própria de cada material, temperatura adequada, entre outras informações essenciais. 

Todos esses procedimentos são necessários!

3 – Estoque de segurança

Sabemos que eventualidades e imprevistos podem acontecer em qualquer ambiente. No entanto os hospitais precisam estar preparados para situações inesperadas, como:

  • Atrasos dos fornecedores
  • Aumento repentino de pacientes
  • Epidemias

Estamos lidando com vidas e o esgotamento de algum instrumento/produto pode ser o suficiente para afetá-las. Portanto, faz-se necessário um estoque de segurança, que visa suprir demandas específicas. Mantenha o seu hospital devidamente preparado!

O Estoque de segurança também deve ser monitorado e mantido de forma constante, o que inclui suas informações no inventário hospitalar, evitando que o hospital não seja prejudicado por circunstâncias inesperadas.

Seu principal objetivo é garantir que a quantidade necessária de instrumentos e produtos estejam disponíveis sempre – o que, consequentemente, proporcionará atendimentos eficientes e adequados!

4 – Inventários frequentes e equipe responsável

Fazer inventários periódicos contribui para o desenvolvimento do inventário perfeito, pois a partir deles é possível corrigir inconsistências frequentemente. 

A longo prazo, isso diminui consideravelmente os prejuízos e a desorganização do estoque, evitando que haja acúmulos ou que erros sejam percebidos tardiamente (além de contribuir no balanço financeiro).

Para que, de fato, os inventários periódicos sejam eficazes é importante que a equipe seja responsável e conscientize aos funcionários de que cada produto deve ser usado de forma adequada, sem desperdícios. 

Devido ao caráter fragmentado de uma empresa, cada colaborador deve compreender sua funcionalidade, seus deveres e papéis, para que o resultado seja o melhor possível!

O inventário hospitalar perfeito

Use essas informações para que haja um direcionamento eficiente das demandas. O inventário hospitalar eficiente inclui estratégias de gestão que englobam toda a equipe!

Lembre-se sempre que: as rotinas hospitalares são reflexos dos bastidores. Para alcançar atendimentos exemplares, é necessário que todo a organização seja realizada!

O bom gerenciamento dos instrumentos hospitalares contribui significativamente para o desenvolvimento dos hospitais.

Através da prática das técnicas citadas acima, temos certeza que haverá redução nos erros frequentes no inventário hospitalar e ampliação de melhorias! Esperamos ter contribuído!

P.S.: Caso precise de ajuda para praticar essas 4 técnicas de inventário hospitalar, pode contar com a nossa equipe. Entre aqui e fale com um especialista.

Gostou? Então compartilhe essa matéria

Share on email
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Siga a gente nas redes sociais

Mais conteúdos em

Você também vai gostar

Como diminuir os erros médicos: 4 estratégias e mudanças

Como usar as mídias sociais para hospitais? 3 dicas importantes!

Gerenciamento da Manutenção de equipamentos hospitalares: como fazer?

4 técnicas para realizar um controle de inventário hospitalar perfeito

Login/Logout